terça-feira, 26 de abril de 2016

Federação internacional rebaixa espaço de segurança aéreo brasileiro



O balão é o principal motivo para a Federação Internacional das Associações de Pilotos (IFALPA) ter rebaixado o espaço de segurança aéreo brasileiro para a categoria "criticamente deficiente". O comunicado foi enviado à Secretaria de Aviação Civil (SAC).

Por estar na categoria deficiente, o espaço aéreo brasileiro passou a ter classificação parecida com locais que têm aeroportos improvisados, zonas de guerras e regiões sem sistemas de controle de tráfego aéreo. 

Em dezembro do ano passado, a IFALPA alertou a possibilidade de rebaixamento e não teve nenhuma resposta dos órgãos competentes no Brasil. A federação informou que caso as medidas necessárias não sejam tomadas serão reforçadas orientações para que companhias aéreas internacionais evitarem o espaço aéreo brasileiro.

O Sindicato Nacional dos Aeronautas informou que está trabalhando junto com a Ifalpa para encontrar melhores soluções e assim recuperar a categoria de espaço aéreo seguro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário